Oi gente, tudo bem?
O livro de hoje é mega conhecido, mas acho muito legal várias opiniões diferentes.
Sem dizer que é muito lindo.
Bom, então vamos lá...


O livro conta a história de Auggie, um menino que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial. Em um manifesto em favor da gentileza, ele enfrenta uma missão nada fácil quando começa a frequentar a escola pela primeira vez: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.










Opinião: Ao decorrer da história acompanhamos a luta diária de nosso personagem, para fingir agir naturalmente quando as pessoas se assustam ao vê-lo pela primeira vez, a manter-se firme diante de comentários maldosos, e se olhar no espelho todos os dias gostando de si mesmo, como um menino comum, que certamente é. Fiquei chocada em boa parte do livro, pois o preconceito das pessoas é nojento, e além disso, para alguns, não basta apenas serem assim, precisam agir, jogar ofensas, humilhar o pobre Auggie. Impossível não lembrarmos de alguma situação cotidiana que já tenhamos vivido, ou simplesmente presenciado. Chocante mesmo, como algumas pessoas podem ser tão maldosas. Porém, em meio a tudo que nos deixa inconformados, há reflexões maravilhosas que Auggie nos passa, e uma tremenda admiração por sua coragem. Adorei conhecer a família dele: seus pais, sua irmã Via e sua cadela Daisy. Não há dúvida que eles sempre foram o alicerce para que Auggie tenha otimismo e determinação para encarar o mundo. Seus amigos: Jack, Summer e Miranda, todos me conquistaram por completo! E outra coisa marcante são os preceitos do professor Browne, que marcava as aulas na escola de Auggie, uma vez por mês. 

E aí, o que acharam? Já leram? Me contem nos comentários. Beijos, até a próxima.

5 Comentários

  1. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho.Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    PS.Se desejar visite A Verdade Em Poesia, e se o desejar siga, eu vou retribuir seguindo também o seu.
    A Verdade Em Poesia.

    ResponderExcluir
  2. Oi Verônica, tudo bem?
    Eu simplesmente adorei esse livro, o mundo todo deveria ler né? O preconceito das pessoas é muito tenso mesmo, mas é uma história e tanto de superação :D
    Estamos te seguindo aqui, quando puder da uma passadinha no nosso canto, bjs!
    André

    Pausa Para Pitacos - TOP COMENTARISTA DE JANEIRO

    ResponderExcluir

  3. Ótima resenha!

    Beijos;
    Jesse Lira | www.jesselira.com.br

    ResponderExcluir
  4. Gostei da sua resenha! Amo muito Extraordinário, apesar de em muitas cenas eu ter me sentido mal com as coisas que já chegaram a fazer com o Auggie. Estou ansiosa pelo filme.

    Beijos,
    ahamare.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Minha cunhada está lendo e estou tentada a pegar emprestado depois que ela concluir. Quero muito ver o filme depois!

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir